Buscar

Jobshadowing na Bélgica: Blended Learning, Ferramentas Digitais e Cursos Online

Entre os dias 6 e 13 de Dezembro de 2021, quatro dos nossos colaboradores da Esprominho realizaram um Jobshadowing na Bélgica, nas cidades de Bruxelas, Genk e Bruges, através do Projeto Go Up Again! (2019-1-PT01-KA116-060624), apoiado pelo Programa Erasmus+ . O principal objetivo desta mobilidade foi aprender mais sobre o ensino à distância, o Blended Learning, algumas ferramentas digitais que apoiam o ensino e ajudam a implementar cursos online. 


O Projeto Go Up Again! projeta, também, a necessidade de melhorar as competências profissionais do pessoal docente e não docente da Esprominho. Desta forma, durante 6 dias, quatro membros do staff da Esprominho na Europa, nomeadamente, o Cláudio Marques - Diretor Executivo, a Raquel Gonçalves - Gestora de Comunicação, a Sara Duarte e o Alex Faria - Gestores de Projetos Internacionais - embarcaram em um jobshadowing, na Bélgica (Bruxelas, Genk e Bruges), a fim de aprender mais sobre vários tipos de ensino à distância como o Blended Learning, bem como algumas das ferramentas digitais utilizadas pelos professores das escolas visitadas, com o intuito de trazer para a Esprominho mais conhecimentos sobre a área e poder melhorar a qualidade do ensino na nossa escola. 


O primeiro dia desta mobilidade começou em Bruxelas, na capital da Bélgica. A Escola Katholiek onderwijs Vlaanderen recebeu o grupo para uma Formação de Blended Learning com o Tim Van Aken e a Barbara Defreyne. Nesta sessão foi também possível partilhar algumas experiências e perspetivas do desenvolvimento do digital na educação. No segundo dia, em colaboração com Ilse Bervoets, da MoveBe, os quatro tiveram um workshop sobre ferramentas digitais para melhorar Blended Learning, tais como Quizlet, Bookwidgets, H5P ou Ahaslides. A Sara, o Alex, a Raquel e o Cláudio tiveram também a oportunidade de visitar as instalações do Centro de Formação Syntra PXL, em Genk, e falar com Richard Welten sobre novas estratégias e formas de implementar o Blended Learning, nas escolas profissionais e as melhores formas de motivar, tanto professores,como alunos nesta nova forma de ensino. Em Bruges, o grupo visitou as instalações da Escola CVO SVG, apresentada por Thekla Roose e um workshop sobre novas ferramentas digitais que ajudam a implementar o Blended Learning no ensino profissional, lecionado pela Jolien Van Lerberghe e a Veerle Mores, formadores na área de Cabeleireiro. 


Esta mobilidade permitiu um desenvolvimento profissional e uma oportunidade cultural para os nossos colaboradores. Para além da troca de experiências e de novas aprendizagens, desenvolveram também competências linguísticas e sociais.